Agradecimentos

1

1

Estou chegando ao fim da minha segunda jornada literária. Foram até agora quatro meses e meio de dedicação à escrita, e 10 meses de planejamento. E nesse tempo todo eu estive meio obcecada. E todos à minha volta perceberam, acredite. Eu mergulhei de cabeça na Londres Vitoriana, e meus amigos entraram na roda, me emprestando livros, dando dicas de sites legais, ou ainda só perguntando como estava o meu progresso.

Eles foram legais o suficiente para me apoiar quando eu estava cansada demais para abrir o Scrivener, quando fiquei sem meu laptop, ou quando eu não sabia para onde a história ia me levar. Alguns abriram seus emails para receber meus (cada vez mais frequentes) backups, e se ofereceram para ler os  rascunhos. E eles fazem isso mesmo tendo as vidas atribuladas e filhos para criar. Alguns apenas me cobram um novo livro, com base única e exclusivamente no livro anterior. Outros se empolgaram com a ideia, mesmo sem saber dos personagens.

Um deles se ofereceu para fazer uma capa para o livro, e acabou fazendo oito, mudando cada coisinha que eu pedi, só pra ver se ficava melhor. Meus leitores aqui votaram nas casas de Victoria (e eu, depois, mudei de ideia e escolhi uma outra, desculpem). Um deles implicou com o nome Anaís e me fez trocar para Joana (né Rubens?). Uma só me escutou enquanto eu desfiava minhas ideias malucas sobre porque as pessoas fazem coisas, na frente de um copo de cerveja boa. Uma me disse que o mundo era meu, e que estava OK colocar algo que eu não tinha certeza se existia nele. Todos eles estão neste livro, seja por uma frase, uma ideia,  ou pela força que me deram para continuar.  E teve meu marido, que me aguentou falar interminavelmente sobre como esse ou aquele personagem reagiria a esta ou aquela situação, ou só me aguentou na frente do laptop, quase sem ouvir o que ele tinha para falar.  Finalmente,  tenho de agradecer duas pessoas super especiais, que confiaram seus personagens à minha pena.

Então obrigada, de coração, Anica, Rubens, Mãe, Beto, Bob, Shi, Rafa, Lu, Mad, Ana Recalde, Alexandre, Max, Cris, Ariane e tantos outros, sem vocês, esse livro não teria saído.

E então tem os desconhecidos, os amigos de amigos que, mesmo sem saber do que se tratava o Construindo Victoria foram lá e colocaram um joinha na minha página do Facebook (são 52 joinhas que eu agradeço de coração). Aqueles que me apresentaram aos vampiros, que me ensinaram a jogar RPG, que discutiram comigo sobre o fim do Drácula.  A galerinha leitora do falecido Meia Palavra. Ao ser iluminado que criou o Sonhar.NET. Aqueles que mandavam mensagem para mim cada vez que viam alguma coisa que poderia ser útil para a minha história. Eu dedico este livro a todos vocês, que o tornaram possível.

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s