The London Season

4675963_f520O auge da vida social londrina, a Estação em Londres era regulada pelas sessões do Parlamento, começando normalmente logo após a Páscoa e com três meses de duração, com auge no início de Junho. Antes disso, haveria caça à raposa e outras atividades sociais que manteriam a nata da sociedade inglesa bem alojadas em suas elegantes residências no campo.

Mas então iniciavam as sessões no Parlamento. Boa parte dos homens desta faixa social teria de estar em Londres para assistir, ou participar, destas sessões. Casas mobiliadas, apartamentos finamente decorados do West End são alugados, finas roupas e louças empacotadas, e as mocinhas casadoiras alvoroçadas pela chance de serem apresentadas aos jovens solteiros e futuros pretendentes.

Jovens poderiam ser apresentadas formalmente à corte e à sua Rainha, num ritual único que merece post próprio. Suas mães se preparam para uma temporada de intensa negociação, com o fim de formar o par mais vantajoso, seja seja pela herança ou pelo nome que carrega.

É na temporada londrina que Jane Austen situa boa parte de suas obras, como Orgulho e Preconceito ou Razão e Sensibilidade. Para as mulheres em idade de casar, as coisas poderiam ser bastante complicadas, se após três temporadas esta ainda não tivesse encontrado um marido.  Mas, afinal, o que faziam as pessoas na Temporada Londrina?

Vamos acompanhar uma família num dia comum do período. Imaginemos que é uma quarta feira, dia em que não há sessões no parlamento. Pela manhã, uma caminhada revigorante ou uma cavalgada no Hyde Park, um café da manhã em família, e então os homens se encontrariam em um dos vários clubes de cavalheiros, as mulheres seguiriam com seu pajem para prestar as visitas e deixar seus cartões para os conhecidos e amigos. Depois, às compras ou acertos caseiro, como o pagamento de contas.

As pessoas se reuniriam para o almoço, normalmente com seus amigos mais próximos. À tarde, várias atrações estavam disponíveis para a sociedade. Vernissages como a Royal  Academy summer Exhibitions são lugares onde homens e mulheres podem mostrar seus vestidos de última moda, e talvez angariar um lugar em um dos disputados jantares particulares ou um convite para um sofisticado baile. Um piquenique no parque ou um passeio nos jardins públicos, corridas de cavalo, competições esportivas (o torneio de Wimbledon data de 1877) ou exibições de flores também eram boas opções.  Às cinco a família se reuniria para o chá e para os preparativos para os próximos, e mais importantes, eventos.

A noite poderia ser dedicada à uma visita ao Vauxhall Gardens, aos jantares públicos ou privados, Óperas, teatros, Music Halls e, claro, aos grandes bailes. Saíam dos baús os vestidos decotados e com mangas curtas, as gravatas brancas, as jóias e as rendas. Todos os eventos sociais seguiam regras estritas de etiqueta, cujo cumprimento determinava o quão na moda estavam os participantes.  Por outro lado é um exemplo bastante claro de hedonismo. Um grupo de pessoas com dinheiro e tempo procurando diversão e convivência.

E, talvez o mais intrigante, boa parte dos eventos da Temporada, que teve seu início lá nos tempos da corte dos Tudor, ainda acontecem anualmente em Londres, alguns deles inclusive com regras estritas de vestimenta. Para terminar, uma micro galeria:

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Comportamento, Victoria e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s