Senhor Lambert (Sempé)

Os amigos se encontram todos os dias úteis no Chez Picard, ao meio dia.  No pequeno bistrô, às terças, comem a terrine do chef, e depois filé à moda da casa ou escalope à milanesa. Percebe-se que são clientes fiéis, além dos amigos, o grupo que discute política na mesa próxima ao cabideiro e o apressado Senhor Cazenave. São todos atendidos por uma simpática garçonete, que conhece seus clientes pelo nome. Na mesa do Sr. Lambert, o assunto é futebol.

Às quartas come-se salada de salsão ou maionese, seguidos de cavala ao vinho branco ou coelho à caçadora. A sobremesa pode ser Mont Blanc ou a torta da casa. O grupo que discute política está lá, está lá o Sr. Cazenave. O menu é o mesmo. Mas são quase uma e meia e o Senhor Lambert ainda não apareceu. Os hábitos do Senhor Lambert são conhecidos dos fregueses e sua ausência logo chama a atenção.

Quando chega, às vinte para as duas, é como se não estivesse ali, deixa a comida esfriar, a conversa silenciar. Os dias passam e os hábitos de Senhor Lambert ficam mais e mais randômicos. Alguns dias chega cedo, alguns dias muito tarde. Os amigos se preocupam, estão curiosos. E logo a paixão de Lambert por Florença é confidenciada. Nessa mesa, não se fala mais de futebol, mas de mulheres.

Lançado recentemente pela Cosac Naify, com tradução de Mario Sergio Conti, Senhor Lambert é uma história ilustrada, narrada por um dos amigos do protagonista. O traço é característico de Sempé, famoso ilustrador e co-autor do Pequeno Nicolau, simples e expressivo, em preto e branco e sombras trabalhadas com pequenos traços. Essas poucas linhas e os balões desconectados dos personagens, ele dá vida ao interior de Chez Picard onde, como em qualquer restaurante pequeno, as conversas se misturam numa só.

É uma história cotidiana e bem humorada. É o amigo que arranja uma namorada, que perde uma namorada; aquele amigo que some sem dar notícias e volta aéreo. É também sobre comunidades. A ausência de Lambert imediatamente muda a conversa de seus amigos, seus trejeitos. Eles vivem junto a paixão do amigo, lembrando das paixões antigas. Tentam reviver o momento passado através da felicidade do momento do outro. Cada fase dessa nova descoberta do Senhor Lambert anima toda a clientela do restaurante. Aos poucos a discussão política toma novos rumos e engaja novas mesas. Arrancam-se comentários até do Sr. Cazenave.

Sempé consegue explorar essa dinâmica em pelo menos dois níveis: o consciente, através da narração, e o inconsciente, através das imagens. Com um humor sutil, o autor contrasta a pretensa objetividade do discurso com a atitude e as falas dos personagens ilustrados. Não sabemos qual dos amigos de Lambert é o narrador. Mas temos certeza que eles não são tão discretos quanto dizem ser, nem tão pouco curiosos. Nesta obra, a graça está nos detalhes. Somos como o único cliente do Chez Picard desenhado de costas, observando a cena, degustando a cena, junto com a terrine do chef.

A narrativa de Sempé é um belo exemplo do estilo francês de produzir quadrinhos. Por lá, são favorecidos os trabalhos autorais. Dá-se liberdade de narrativa e de formato ao autor. Não é à toa que o mercado francófono europeu lançou só em 2011 mais de 5.000 livros de quadrinhos, de mais de 1.500 autores diferentes. É um estilo bastante diferente das Comics americanas ou dos antigos gibis, com uma graça toda própria, apesar de eu ser bastante suspeita para falar. Um estilo que está caindo nas graças dos editores e autores brasileiros, assim como seus leitores.

Senhor Lambert

Sempé

Tradução: Mario Sergio Conti

64 Páginas

Preço sugerido: R$ 32, 00

Saiba mais sobre essa e outras obras no site da Editora Cosac Naify

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Quadrinhos, Resenhas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Senhor Lambert (Sempé)

  1. Pingback: Dicas para o fim de semana | Blog da Itiban

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s