A dinastia Rothschild (Herbert R. Lottman)

Os Rothschild são lendários no mundo das finanças. São proprietários de uma instituição financeira que, na França, tem mais de duzentos anos. Possuem ainda vinhedos como  o Château Lafite, controlam haras, investiram no mundo inteiro e em várias áreas. Mas a família começou de baixo, mais especificamente num gueto de Frankfurt. Numa época em que os judeus não podiam exercer diversas profissões, mas podiam lidar com dinheiro.

Mayer Amschel Bauer, conhecido como Rothschild em virtude do escudo vermelho que era símbolo de seu estabelecimento, foi o fundador do império. Suas atividades cresceram de tal maneira que ele acabou espalhando seus cinco filhos pelo mundo. Entre eles, Nathan foi enviado para a Inglaterra, Salomon para a Áustria e Jacob (conhecido como James) para a França. Começava a lenda. Nos anos que se seguiram, os Rothschild financiaram impérios, criaram ferrovias, e acumularam uma riqueza impressionante.

Mas nem tudo foi fácil para esta família. Para começar, eles são judeus. Judeus num mundo tomado pelo antissemitismo, sofreram com o preconceito durante as gerações. Mais, são judeus e ricos. Logo se tornam alvos fáceis de maledicências e ataques gratuitos, muitas vezes institucionalizados.

Todas as gerações da família tiveram que conviver com o antissemitismo de alguma forma. Por outro lado, eles sustentaram sua fé de maneira bastante honrada, presidindo consistórios e se envolvendo na comunidade judaica, com a criação de hospitais e fundações, e originando um assentamento na Palestina, hoje conhecido como Israel.

Herbert R. Lottman nos conta a história das diversas linhagens desta família usando como linha central o patriarca James e as cinco gerações que se seguiram.  Nesse ínterim, conhecemos a história da França, principalmente pelo foco dos negócios, desde a Revolução Francesa aos anos 1990. Ele busca abarcar todas as áreas de influência desta família, como as artes, o iatismo, as corridas de cavalos, as estradas de ferro, mineradoras, vinhedos. O termo dinastia poucas vezes foi tão bem bem empregado, uma vez que a família manteve com sucesso seus negócios por mais de 200 anos, e ainda mantém a estrutura de empresa familiar. Sua dinastia é mesmo mais bem sucedida que a da maioria das dinastias monárquicas.

O livro contém algumas falhas, principalmente de revisão. Mas nada que atrapalhe a leitura. O texto em si é bem escrito, bem pesquisado e extremamente informativo. É também uma lição de finanças. Para falar da família, o autor fez uma extensa pesquisa sobre o sistema financeiro mundial. Por serem negociadores de sucesso, a história dos negócios está intrinsecamente ligada à história da família Rothschild. Para quem trabalha em banco, ou na área financeira, A dinastia Rothschild é leitura obrigatória. É também uma excelente história do judaísmo.

Saiba mais sobre essa e outras obras no site da L&PM Editores

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Literatura, Resenhas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s