A abadia de Northanger (Jane Austen)

Catherine Morland é uma garota de 17 anos, não particularmente bonita, ou inteligente, ou rica. Ela vive na propriedade de Fullerton, na companhia de  seus irmãos mais novos, seus pais, a família Allen e seus romances. Certos de que a filha crescera e chegara à idade de se casar e cientes de que Wiltshire não era exatamente uma meca das meninas casadoiras, aceitam com alegria o convite do Sr. e da Sra. Allen que sua filha os acompanhe em sua viagem a Bath, balneário onde a aristocracia inglesa passa seus verões.

E assim Catherine, garota desacostumada a sarcasmos, exageros e ironias tão comuns no meio aristocrático, cai no meio da nata da sociedade, suas festas, encontros sociais e falsidades. Lá conhece a família Thorpe e a família Tilney, praticamente opostos em caráter. Lá também conhece Udolpho, uma das obras da Sra. Radcliffe, rainha do romance gótico. Com a mente aberta a fantasias e curiosamente obtusa ao julgar o caráter das pessoas, Catherine é uma heroína atípica, até mesmo para Jane Austen.

A abadia de Northanger só foi publicado após a sua morte, por seu zeloso irmão. Nele, a ironia fina característica da autora está mais crua, mais direta, e os personagens um tico mais caricatos. O formato do romance é uma paródia dos romances góticos, gênero preferido por sua heroína. O narrador é a própria autora, e fala às vezes da atividade narrativa, como a inclusão de romances dentro de um romance. É também um estilo mais leve e menos romântico, se comparado aos clássicos “Orgulho e Preconceito” e “Razão e Sensibilidade”.

A abadia em si só aparece na segunda metade do livro, e o contraste entre a realidade e a mente inventiva de Catherine é uma diversão à parte. Assim como as conclusões que Catherine tira das conversas com seus conhecidos e seus amigos: Isabella e John Thorpe, Eleanor e Henry Tilney. A crítica à sociedade inglesa está ali, bem como o amor e o casamento. Mas o foco é a heroína e sua percepção literal do mundo. Ao dar à sua heroína esta literalidade de entendimento, e a Henry uma língua ferina e bastante sagacidade,  Austen deixa ainda mais patente suas críticas à sociedade. Dos livros que li da autora este é, definitivamente, o mais divertido.

A ironia menos lapidada garante um texto interessantíssimo, de rir às gargalhadas. De leitura rápida, e recheado de indicações de romances da época, Jane Austen nos mostra com um romance curto o quanto pode ser interessante.

A abadia de Northanger

Jane Austen

Título original: Northanger Abbey

Tradução de Rodrigo Breunig

Apresentação de Ivo Barroso

272 Páginas

Coleção L&PM Pocket (volume 978)

Preço sugerido: R$  17,00

Saiba mais sobre essa e outras obras no site da L&PM Editores

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Literatura, Resenhas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para A abadia de Northanger (Jane Austen)

  1. Liv disse:

    Jane Austen para rir às gargalhadas? Eu quero!

  2. Como eu tenho vontade de ler Jane Austen…

    Uma vez vi um filme chamado “O Clube de Leitura de Jane Austen” que me fez ter ainda mais vontade de ler as obras dela. Indico esse filme, que é bem legalzinho, pra quem se interessa por ela.

    Gostei da resenha.

  3. Pingback: A abadia de Northanger da L&PM no Meia Palavra | Jane Austen em Português

  4. KIka,

    ótima resenha! Já dei link no meu Jane.
    abraços, raquel

  5. Lia Christo disse:

    Oi Kika, vi sua resenha através do blog Jane Austen em Portugês e adorei. Sou fã da autora e a descobri e seus livros depois que assisti o filme O&P 2005. Fiquei tão profundamente tocada, que disparei pro PC, para pesquisar tudo sobre o filme, o livro e afins. Desde então não perco nada deste universo Austeniano.
    Tenho um blog literário e estou lendo este livro no momento e em breve colocarei a resenha lá.
    Espero que fique tão boa quanto a sua.
    Sucesso!

  6. Pingback: O Torreão (Jennifer Egan)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s