La boîte à pensées: 30 anos em livros e filmes (perdidos)

Quinta feir a eu completei 30 anos. Sou agora, oficialmente, uma balzaquiana. Fazer aniversário, para mim, sempre invoca um momento de reflexão, dos tempos idos, de quando eu era criança, adolescente, enfim, uma recordação carinhosa de quem eu sou e o que eu fiz na vida. Como todos os amantes de arte (seja ela literatura, cinema, música e tantas outras mais), tenho às vezes a angústia de saber que não conseguirei ver todos os filmes, ou ler todos os livros que eu gostaria de ver/ler durante minha vida.

E por isso hoje eu trago uma proposta diferente. Esta é uma retrospectiva do tempo que vivi. Com a ajuda do Wikipedia francês e do IMDB, montei uma lista de livros e filmes de idioma francês que não li  e não vi. Eles estão ordenados por ano de lançamento, conforme a informação destes sites (logo, propenso ao erro). Dos meus leitores, quero três coisas: a) Que me indiquem, desta coletânea, um livro que valha verdadeiramente a pena ler; b) Que tentem fazer uma lista, cujos critérios explicarei daqui a pouco; c) Que votem em UM filme para eu assistir e comentar na coluna do mês que vem.

Sem mais delongas, sejam bem vindos ao meu recanto de obras perdidas. Avisos: Entre parênteses estão o autor do livro ou diretor do filme. Os títulos estão no idioma original, mas uma pesquisa rápida no Google ou no IMDb é o suficiente para ver do que se trata. A falta de links é proposital:

1981 – Um livro: Un homme obscur (Marguerite Yourcenar) /  Um filme: Possession (Andrzej Zulawski)

1982 – Um livro: Les enfants de l’aube (Patrick Poivre D’Arvor) / Um filme: Le maître du temps (René Laloux)

1983 – Um livro: 101, avenue Henri-Martin (Régine Deforges) / Um filme: À nos amours (Maurice Pialat)

1984 – Um livro: L’Amant (Marguerite Duras) / Um filme: La femme publique (Andrzej Zulawski)

1985 – Um livro: La Douleur (Marguerite Duras) /Um filme: Je vous salue Marie (Jean Luc Godard)

1986 – Um livro: L’Étudiant étranger (Philippe Labro) / Um filme: Manon des sources (Claude Berri)

1987 – Um livro: Les Amants du paradis (Raoul Mille) / Um filme: Hôtel de France (Patrice Chéreau)

1988 – Um livro: La Pucelle (Hubert Monteilhet) /  Um filme: La lectrice (Michel Deville)

1989 – Um livro: Le Verger du diable (Alain Gerber) / Um filme: La révolution française (Robert Enrico, Richard T. Heffron)

1990 – Um livro: Mémoires d’un jeune homme dérangé (Frédéric Beigbeder) / Um filme: Vincent & Theo (Robert Altman)

1991 – Um livro: Tous les matins du monde (Pascal Quignard) / Um filme: Impromptu (James Lapine)

1992 – Um livro: Les Souliers rouges de la duchesse (Jack-Alain Léger) / Um filme: L’amant (Jean-Jacques Annaud)

1993 – Um livro: Le Dernier Amour d’Aramis ou les Vrais Mémoires du chevalier René d’Herblay (Jean-Pierre Dufreigne) / Um filme: L’oeil de Vichy  (Claude Chabrol)

1994 – Um livro: Paris au XXème Siècle (Jules Verne) (escrito em 1863)/ Um filme: J’ai pas sommeil (Claire Denis)

1995 – Um livro: Le Testament français (Andreï Makine) / Um filme: La cérémonie (Claude Chabrol)

1996 – Um livro: Le Royaume wisigoth d’Occitanie (Joël Schmidt) / Um filme: L’appartement (Gilles Mimouni)

1997 – Um livro: Le Jardin des Plantes (Claude Simon) / Um filme: Le bossu (Philippe de Broca)

1998 – Um livro: Le Crâne percé d’un trou (Évelyne Brisou-Pellen) / Um filme: Taxi (Gérard Pirès)

1999 – Um livro: L’Assassin du Nil (Alain Surget) / Um filme: La fille sur le pont (Patrice Leconte)

2000 – Um livro: 99 francs (Frédéric Beigbeder) / Um filme: Presque rien (Sébastien Lifshitz)

2001 – Um livro: Le Templier (F.Angelier) / Um filme: Les jolies choses (Gilles Paquet-Brenner)

2002 – Um livro: Les Adieux à la reine (Chantal Thomas) / Um filme: Dans ma peau (Marina de Van)

2003 – Um livro: L’Empire des loups (Jean-Christophe Grangé) / Um filme: La fleur du mal (Claude Chabrol)

2004 – Um livro: Les Jours fragiles (Philippe Besson) / Um filme: Rois et reine (Arnaud Desplechin)

2005 – Um livro: Ma vie avec Mozart (Éric-Emmanuel Schmitt) / Um filme: De battre mon coeur s’est arrêté (Jacques Audiard)

2006 – Um livro: Blanche (Patrice Pluyette) / Um filme: Ne le dis à personne (Guillaume Canet)

2007 – Um livro: À l’abri de rien (Olivier Adam) / Um filme: La môme (Olivier Dahan)

2008 – Um livro: L’amour est une femme (Frédéric Mars) / Um filme: Il y a longtemps que je t’aime (Philippe Claudel)

2009 – Um livro: Hôtel de France (Valéry Coquant) / Um filme: Ne te retourne pas (Marina de Van)

2010 – Um livro: La vie est brève et le désir sans fin (Patrick Lapeyre) / Um filme: Les petits mouchoirs (Guillaume Canet)

2011 – Um livro: La fille de la gare de Nantes (Marie Wittman) / Um filme: La fille du puisatier (Daniel Auteil)

Eis então 60 das milhares de obras que perdi nos últimos 30 anos. De vocês quero apenas 5: Cinco livros ou filmes cujo título te atraia, mas que por algum motivo nunca tenha parado em suas mãos.

 

COMENTE ESTA COLUNA NO FÓRUM MEIA PALAVRA


Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em La boîte à Pensées e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s