Futuros Antropológicos (Michael Fischer)

“Cultura é aquele todo relacional, complexo, cujas partes não podem ser modificadas sem afetar as outras partes, mediado por formas simbólicas potentes e poderosas, cujas multiplicidades e cujo caráter performativamente negociado, são transformados por posições alternativas, formas organizacionais e o alavancamento de sistemas simbólicos , assim como pelas novas e emergentes tecnociências, meios de comunicação e relações biotécnicas.” Este é o conceito atual de cultura, segundo o livro de Michal Fischer. Este conceito sofreu várias agregações de 1848 a 2007, conforme as mudanças e o aprofundar do conhecimento sobre as relações sociais ocorriam.

Falar de Futuros Antropológicos é falar do mundo cultural do futuro. Nossas relações com o outro, nossas relações familiares, a nossa forma de ver e usar a tecnologia. Michael Fischer usa conceitos de biologia e tecnologia para explicar relações humanas. Mas devo avisar. Este não é um livro a ser lido. É um livro a ser estudado. Com tempo, com cuidado, com carinho.

Demanda um arcabouço teórico que, confesso, eu não possuo. Com um vocabulário essencialmente técnico, é bastante fácil o leitor leigo se sentir confuso, e ter de recorrer à internet e outros meios para decifrar alguns verbetes menos comuns, ou que possuam significados diferentes quando aplicados à ciência antropológica. É um livro que demanda leituras múltiplas, e uma base consistente na teoria antropológica. Conhecimento de escolas filosóficas como a de Kant e a da Escola de Frankfurt. Um profundo conhecimento do Marxismo, da teoria dialética, de história. Quanto mais você souber do assunto, melhor aproveitará uma obra como essa.

Futuros Antropológicos é uma reunião de ensaios sobre antropologia, e engloba conceitos canônicos e conceitos criados por Fischer a partir de modelos biológicos e tecnológicos. Foram concebidos como um crescendo, que deve permitir ao leitor uma visão geral da antropologia e uma visão do que está por vir. São bem escritos, mas complexos, complicados e cheios de referências teóricas, um prato cheio para um estudioso da área.

É um livro que terei de reler, me debruçar, dedicar mais tempo, até poder absorver todo o conteúdo destas 200 e poucas páginas.

Futuros Antropológicos: Redefinindo a cultura na era tecnológica

Michael Fischer

Tradução: Luiz Fernando Dias Duarte e João de Azevedo e Dias Duarte

Editora: Zahar

2011

296 Páginas

Preço sugerido: R$ 59,00

Saiba mais sobre essa e outras obras no site da Editora Zahar

 

COMENTE ESTE ARTIGO NO FÓRUM MEIA PALAVRA

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Literatura, Resenhas e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s