Orgulho e Preconceito (Jane Austen)

Elizabeth Bennet e Mr. Darcy formam um dos casais mais conhecidos da literatura. Com diversas adaptações para cinema e TV, além das inúmeras referências em outros filmes e livros, é difícil conhecer alguém que nunca tenha ouvido falar neles. Fui compelida finalmente à abrir as páginas de Orgulho e Preconceito ((Download Grátis disponível na Biblioteca Meia Palavra)) por causa do Clube de Leitura do Meia Palavra, E aproveitei que possuo o livro no original e na tradução da L&PM para comparar um texto ao outro.

Acho que meu encontro com este livro veio em hora oportuna. Tenho plena consciência de que precisava de minha maturidade intelectual atual para dar valor às várias nuanças que compõem esta que é considerada a obra prima de Jane Austen. A começar pelo título. Cada um dos diálogos do texto está de alguma maneira permeado de orgulho, ou preconceito, ou os dois (caso mais comum).

Tais diálogos são o fio condutor da história. A obra vibra em torno de seus personagens, cada um deles marcante, a seu modo. Jane Austen molda seus personagens a partir do discurso. Poucas são as cenas em que as personagens são descritas fisicamente. A autora preferiu colocá-las à vista uns dos outros, e deixar o leitor tomar a decisão final.

Através de seus discursos, seja através de diálogos ou cartas, percebi a frivolidade da Sra. Bennet, a nada sutil ironia do Sr. Bennet, a sagacidade de Elizabeth, a bondade calma de Jane, a inconsequencia de Lydia, a reserva orgulhosa de Mr. Darcy, o humor franco de Bingley, a inveja venenosa de suas irmãs, a deferência exagerada de Mr. Collins, a sensatez pragmática de Charlotte, o ar de superioridade que Lady Catherine se empresta, e até mesmo a dissimulação de Wickham.

As personagens são tão diferentes entre si, que por vezes não parece ser a mesma pessoa escrevendo seus papéis. Há todo um mundo contido nas palavras de Jane Austen, que retrata tão bem seu próprio tempo, sem ter mesmo de sair de casa, descortinando ao mesmo tempo personalidades extremamente atuais. Se não conseguimos nos identificar com as situações, a identificação com as pessoas é quase instantânea.

Em resumo, posso dizer que “Orgulho e Preconceito” merece, em todos os sentidos da palavra, o título de clássico.

Orgulho e Preconceito

Título Original: Pride and Prejudice

Autora: Jane Austen

Tradução de Celina Portocarrero

400 páginas

Preço sugerido: R$ 19,50

COMENTE ESTE ARTIGO NO FÓRUM MEIA PALAVRA

Saiba mais sobre essa e outras obras no site da L&PM Editores

Anúncios

Sobre Clarisse

Uma menina com histórias pra contar...
Esse post foi publicado em Literatura, Resenhas e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Orgulho e Preconceito (Jane Austen)

  1. Ewan disse:

    Em resumo, do que trata o livro? É uma única história ou cada personagem tem sua própria história? Não entendi?

  2. Isa disse:

    meu livro favorito. o filme tbm é muito bom.

  3. Pingback: Próximo livro: Orgulho e preconceito | Clube de Leitura Jane Austen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s